Usando ganchos [Use History Hooks!]

Navegando pela blogosfera estadunidense, encontrei um artigo que gostaria de compartilhar com vocês, mestres. E também para vocês jogadores, serve como uma dica.

Artigo Original: Role Playing 101 #9: Use History Hooks!
Autor: Jaap de Goede
Blog: Dark Dungeon

Não importa como você estrutura a sua história, e não importa se ela segue uma linha dura ou se é completamente livre, você não tem jogo, se os seus heróis não participam. Para alguns mestres de jogo que eu conheci isto pode não parecer um problema. Em suas aventuras os heróis não são mais do que meros espectadores. Seus jogadores podem assistir, mas não “tocar”.

Mas pode ser que essa aventura de intangível não seja o que você está procurando. Os heróis gostam, e devem participar. Eles devem ser capazes de agir e de mudar as coisas. Para realizar seus eventos. E, naturalmente, também devem ser capazes de falhar. Ou suceder. E eles devem querer ter sucesso, ter mudanças e conduzir.

Então, como fazer para que seus heróis sejam participativos? Você precisa de algo para atraí-los. Algo que eles se preocupem e tomem a atenção. Você precisa de ganchos.

Fazendo os jogadores entrarem

Um gancho, de certa forma, faz com que a história pessoal para o herói, e creio que também para o jogador. Talvez as participações na aventura sejam pessoais, porque eles são um membro da família, tem um tesouro da família, uma aldeia natal, ou um amigo próximo. Talvez um amigo esteja passando necessidades, ou uma grande recompensa é prometida – e o herói precisa desesperadamente de dinheiro. Talvez o herói tenha um senso particularmente forte de justiça, e uma grande injustiça é feita. Talvez o empregador do herói quer que ele (ou ela) lá trabalhando. Ou talvez seja apenas algo estranho e misterioso que chama a atenção dos heróis.

Ser pragmático com o seus ganchos

Seja qual for os ganchos que você está utilizando, sempre se certifique de que eles realmente funcionam. Veja se seus jogadores realmente morderem, e se divertirem. Se você achar que os jogadores não são atraídos para a sua história, então talvez você precisa de alguns outros ganchos. Pense em alguns novos antes de abandonar a sua história atual, e veja se você pode encontrar o ângulo certo. Se necessário, peça os seus jogadorespara ajudar com o que poderia funcionar, e recompensá-los usando essas sugestões.

Jogadores diferentes podem precisar de ganchos diferentes. E personagens diferentes em uma mesma equipe também. Você pode instigar a cada jogador encontrar sua própria razão — ou gancho de história — para participar. Porque, em essência, um gancho é parte da motivação geral de seus personagens — e dos jogadores. E motivação é o que você precisa.

E se você é um jogador, lembre-se que a sua motivação e de seu personagem é também muito de sua própria responsabilidade. Não tente ser um daqueles caras que fica atrás das “telas” durante o jogo o tempo todo reclamando que não há razão para se juntar à aventura. E, ao mesmo tempo ignorar cada gancho que é jogado em você. Dê um pouco de colaboração, ou saia da sala, se você achar que você não pode conduzir seu personagem.

Sobre Fellipe Soares

Formando em Sistemas da Informação e curioso da internet nas horas vagas, Fellipe veio da fusão com o Defensores de Tóquio e claro, curte 3D&T Alpha. Também costuma se aventurar pelas terras de Westeros quando nenhum robô gigante ataca Mega City.