Impressões sobre LEDD – Episódio 04 “Mate todos eles” (Parte 1)

Em meio a dança da fusão do .20 e do Roleplayer, dias de semanas ocupados no trabalho, e finais de semana divididos entre noites de boemia e tardes mestrando minha […]

Em meio a dança da fusão do .20 e do Roleplayer, dias de semanas ocupados no trabalho, e finais de semana divididos entre noites de boemia e tardes mestrando minha nova campanha de Tormenta RPG, acabei atrasando meus costumeiros comentários sobre LEDD.  (Não conhece LEDD? Então confira AQUI. É grátis!)

Chegamos finalmente ao quarto episódio dessa nova série de quadrinhos ambientada em Arton e que (vejam só!) será dividido em quatro partes.

É provável que o que venha a seguir seja o fechamento de um arco de história, agora que se aproxima o lançamento da versão encadernada da HQ.

Estarei dando meus pitacos, como sempre, aqui no RPGista. Não hesite em fazer isso você mesmo, lá embaixo nos comentários.

PS: O lançamento da parte dois está previsto para 21 de Outubro.

PPS: Esses são comentários do episódio. Então desnecessário dizer que há SPOILERS aqui. Certo?

COISAS QUE GOSTEI

O estado purista independente – Não se sabe ainda se esse grupo é apenas uma rebelião de soldados de Yuden, ou uma organização sólida que dará origem a uma nova divisão política dentro do Reinado. (CHUPA SHIVARA!)

Como mestre de RPG que joga no cenário acharia mais interessante a segunda opção, embora de qualquer maneira, só a existência do grupo já seja por si um excelente gerador de ganchos de aventura.

Achei muito interessante como a história dos personagens acaba se cruzando com uma situação política que talvez nem mesmo se relacione com seu objetivo principal, mas que acaba afetando todos aqueles envolvidos pelo evento.

COISAS QUE NÃO GOSTEI

Ledd & Ripp, traidores do movimento Anos 90 – Juro que por um só segundo, só por um segundo, acreditei que a bola de fogo lançada por Ripp poderia ser verdadeira. Que Ledd e o gordinho careca tinham sucumbido a síndrome de bad motherfucker homicidas presente em personagens como o Lobo da DC, ou o Frank Castle, da Marvel.

Mas OK, realmente ficaria forçado ter os heróis incinerando todo mundo. Pena

Ainda assim o artifício que eles utilizaram foi entregue logo de cara. Então espero que aconteçam mortes verdadeiras nas outras partes para justificar o nome do episódio. (O que devido aos eventos no final do quadrinho, não seria nada inesperado…)

TEORIAS

Shivara Sharpblade & Yuden – Embora nada tenha sido mencionado a respeito de Barba Branca, e os motivos que o levaram a ingressar no exército, a HQ confirmou umas das minhas hipóteses do post anterior. A de que a presença do coronel nas forças armadas era de certa maneira justificada devido as mudanças implementadas pela nova regente no reino.

Então galera, agora será que dá pra parar de chorar por causa da existência de um ser zooantropomórfico ocupando a patente de coronel?

O que há dentro da carroça – Sou péssimo em prestar atenção em detalhes e fazer predições. Nunca acertei um só culpado em todos os livros da Agatha Christie que eu li. Ainda assim vou meter um chute e dizer que podemos esperar o retorno triunfal do ogro Horlogh para a segunda parte do episódio.

O que acham?

Tags:

Sobre Di Benedetto

Professor de história e atual habitante de escritório. Contista, tormentista e atormentado. Sofre de dependência química de café e podcasts – é agora também o "analista oficial" de @LeddHQ - www.leddhq.com.br - Siga-o por sua conta e risco! - @di_benedetto