World of Warcraft

O MMORPG Definitivo

Para ser sincero, eu não gostei de World of Warcraft (WoW) na primeira vez que joguei. Quando me indicaram o jogo, até instalei o danado na máquina, mas preferi continuar por algum tempo jogando Comand and Conquer do que migrar para um MMO. O primeiro motivo, acho, foi a forma como comecei a jogar. Estava sozinho num mundo gigantesco, as quests eram em inglês, e sem compreender o que os personagens desejavam, boiava enquanto corria pelo mapa antes de ser morto invariavelmente por alguma coisa forte demais para mim. Por tabela, subir de nível era muito difícil, e acabei desanimando.

Algumas semanas depois, movido pelo tédio, resolvi dar uma segunda chance para o jogo. E, devidamente auxiliado por um programa que mostra onde as quests devem ser feitas, não larguei mais o osso. Quando dei por mim, estava jogando com varias raças diferentes, testando novas combinações e explorando o mundo de Azeroth.

A historia do mundo em si já é muito legal e não vou entrar nos méritos dela por enquanto, fixando-me apenas no óbvio do jogo. Existem dois grandes grupos antagônicos, os membros da Aliança (formada por Anões, Elfos Noturnos, Humanos, Draeneis e Gnomos) e da Horda (Mortos-vivos, Orcs, Trolls, Minotauros e Elfos de Sangue). Eles são inimigos ferrenhos, e é praticamente impossível firmar qualquer relação in-game entre personagens de facções diferentes. Para ter uma idéia, nem mesmo a comunicação é possível. O jogo embaralha as letras do que você diz e alguém da Horda não entende o que diabos um personagem da Aliança quer, e vice-versa. Não rola nem pedir por favor para evitar um ataque. Assim, geralmente, quando dois personagens de facções diferentes se encontram, o resultado é uma luta até a morte.

Felizmente, há milhares de quilômetros de distância separando os territórios da Aliança e da Horda, o que permite que personagens de baixo nível consigam jogar “mais ou menos” sem serem importunados. E quando digo que o jogo é grande, é por que ele é bizarramente grande. Cada reino é tão extenso que você pode levar vários minutos para atravessar todo um território infestado com toda a sorte de criaturas, e pelo menos uma boa meia hora para explorar toda a sua extensão.

E o que o Roleplayer tem com isso? Bem, não vou prometer outra adaptação detalhada como a de Diablo deverá ser um dia imediatamente, pois ja devo várias delas pra vocês. Então, pelo menos, prometo adaptar as raças e classes de WoW para, claro, o sistema 3D&T Alpha, assim que meu computador melhorar da gripe. E ai, qual raça/classe vocês querem primeiro? =)

Sobre Marlon Teske

Marlon “Armageddon” Teske é de Timbó, Santa Catarina, onde vive isolado do resto do mundo traçando planos de conquista enquanto cursa uma faculdade de regente do universo por correspondência.