GURPS Holy Day

O Phil, do Dados Limpos, mandou essa notícia bacana:

Capa do livro GURPS Characters

No dia 22 de novembro será organizado o primeiro “GURPS Holy Day” – um dia reservado para a divulgação do sistema mais versátil que conheço.

Confira a página do evento aqui.

O evento acontecerá simultaneamente em várias cidades do Brasil. Já localizei onde será o evento aqui na minha cidade e é bastante provável que eu compareça (Em Brasília, será na Loja Pendragon – Venâncio 2000 – Ao lado do Pátio Brasil).

Como jogador do sistema, sinto falta de iniciativas como essa. Em todos os eventos sempre há mesas de D&D (olha a dor de cotovelo), inclusive é possível encontrar jogadores de GURPS jogando D&D (eu me incluo nessa lista).

É aquela velha história… eu jogo D&D porque todo mundo joga (*).

Muita gente da antiga começou com o GURPS.
Se me lembro bem, ele foi o primeiro sistema a ser traduzido e publicado no Brasil pela Devir. Infelizmente, por algum motivo, o sistema foi praticamente abandonado pela editora, que não publica mais seus livros apesar de deter a licença para tal.

Se você quiser ver qual é a do sistema, sem precisar comprar livros e ler centenas de páginas, essa é uma boa chance.

(*) Longe de mim dizer que um sistema é melhor que o outro. A discussão não é essa, ok? É apenas uma constatação sobre a força do “main stream” sobre um sistema que, aos poucos, foi se tornando “alternativo”.

Tags:

Sobre Alexandre

Estagiário do vice presidente júnior do RPGista, Alexandre começou a jogar RPG em 1991, só para poder usar miniaturas e jogar dados esquisitos. Ele é o jogador que faz os ninjas e rangers do grupo. Nunca magos (porque com eles não se brinca).